segunda-feira, 20 de abril de 2015

Um exemplo de vida

O Dr. Manuel Faria de Oliveira, foi como todos nós sabemos, é, como alguns de nós também sabem e, certamente que continuará a ser, um exemplo para todos nós. A coragem, a determinação, a sabedoria, a sensibilidade, o amor ao próximo, a alegria de viver, são alguns atributos que o acompanharão durante toda a sua vida. Como "um resistente" que sempre foi juntou-se a um grupo de teatro com sede na Pontinha, chamado precisamente os Resistentes. A sua estreia ocorreu no passado dia 18 no Cinema de Moscavide. Aqui deixo uma pequena parte da sua participação no referido espectáculo e que comprova as qualidades multifacetadas, partilhando convosco mais uma qualidade das que caracterizam este nosso amigo. Parabéns Oliveira e continua a alegrar todos quantos tiverem a felicidade e a oportunidade de assistirem às tuas representações. Para visualizar a parte filmada, basta copiar e abrir o link que junto. JA http://abelhas.pt/BlackWall/MVI_2547,81094771.AVI(video)

3 comentários:

Antonio S. Leitão. disse...

Nao vi a peça, mas entendo que a palavra resistir é das mais adequadas para o nosso tempo. se nao somos suficientemente independentes para agir, oxalá todos pudéssemos ao menos resistir e ja era bastante. A resistência conjuga-se em todos os tempos. Eu fui da CCS. Vocês nao gostavam, pois nao? Nao importa. Abraço, bom convívio, mesmo que nao gostem do que eu digo.

José Ferreira Abrantes disse...

Bom dia, António Leitão.
Não entendi bem a sua referência ao "não gostar...". Poderíamos, quando muito, ter pena de também não pertencermos à CCS... aliás nesta companhia tinha e tenho bons amigos.
Estivemos durante quase dois anos e meio unidos num percurso comum, mais fácil para uns e menos fácil para outros, mas por certo que todos nós cumprimos o nosso dever da melhor maneira que podíamos e sabíamos, sendo que o nosso maior objetivo era o regressarmos a casa com saúde.
Um abraço e continue a colocar os comentários que entenda. Quer agradem ou não seja a quem for.
Mas uma vez mais me questiono? Porque razão este comentário haveria de nos desagradar?
Também costumo visitar o vosso blogue e gosto de ver referências a antigos camaradas com quem tive relacionamento.
Um novo abraço e continue a comentar. Se tiver fotos relacionados com a sua presença em Angola, teria todo o prazer em as colocar no blogue.
O nosso obrigado.
J. Abrantes

Antonio S. Leitão. disse...

Caro Senhor,
Sinto muito se o feri ao dizer: (nao gostavam). esqueçamos; os anos que passamos quase juntos merecem melhor. Se fui da CCS nao fazia todavia parte da gente fina que caracterizava a Companhia. Como dizia certo poeta: Nao sou bruto nem esperto, nem bem, nem mal-criado, mas apenas o produto do meio em que fui criado. Quando constatei que os "governantes" nos abandonavam, decidi narrar o que passei naquela terra Africana.Se clicar na minha foto, talvez encontre: dozaireaucenenepassandopelosdembos. blogspot.fr) Obrigado. Abraço.