quinta-feira, 17 de março de 2011

DORNIER


Era com este tipo de aviões (DO/Dornier) que fazíamos a exploração aérea das regiões onde, depois, iamos fazer operações, o que permitia uma maior eficácia no seu desenvolvimento.
Normalmente pilotados por óptimos pilotos, que não perdiam a oportunidade de fazer "umas avarias" que conduziam por via de regra a enjoos horríveis. Mas também me possibilitaram experiências incriveis, quando voando a alturas incrivelmente baixas, perseguiamos manadas de elefantes ou de Pacassas.

3 comentários:

Mário Ferreira da Silva disse...

Fotos para mais tarde recordar.Passei algum tempo nesta localidade, por tal não me é estranho.Caso saibam que é o autor das fotos, agradecia o envio do nome para acrescentar ás mesma, para o site, "Aveiro e Cultura"
http://www.prof2000.pt/users/secjeste/arkidigi/Quixico.htm
Um abraço
Mário Silva
O padeiro c.c.3387

Ranger disse...

Cáro Mário,
Fui eu que coloquei as fotos e as mesmas estão em meu poder.
Pode utilizá-las desde que não para fins comerciais.
Em termos de origem, pode referir que foram retiradas do BLOG (coloque o endereço).
Abrantes

Miguel V. Velez de Oliveira disse...

DORNIER..Avião onde fiz o meu Baptismo de Võo,no Dia 9 de Setembro de 1962,Evacuado de Namboangongo para Luanda. 6 anos depois regressei lá,Quixico,Quipedro. (desativado) C..@" d'Égua,Ponte do Lué e Micula..24 Horas sempre a andar,com grandes dificuldades na picada..No regresso a Luanda,pelas 3 horas da matina,comi o melhor pão quente com mmargarina..Abril de 1968 no Quixico. Quixico Junho 1962,CCac-140,numa emboscada,foi Morto o Furriel de Transmissões,Natural de Angra do Heroísmo- Açores.